Treinamento: Instrumentação Básica (dez/2018)

Treinamento: Instrumentação Básica 


Data: 03 a 07 de dezembro de 2018
Carga Horária: 40 horas (5 dias)
Horário: 08h30 às 17h30
Local: Rua Silvia, 110, Bela Vista, São Paulo - SP (clique aqui para acessar no Google Maps)

Público-Alvo:

Engenheiros, Técnicos, Supervisores, Instrumentistas, Projetistas, Operadores, Vendedores, Estudantes.


Pré-Requisitos:

Ter algum curso na área de Automação industrial ou afins.


Objetivo:

Proporcionar aos participantes as informações básicas sobre as principais técnicas de medição das variáveis de processos mais comuns (pressão, nível, vazão, temperatura) na indústria de processos contínuos e descontínuos. Assim como conhecer os principais tipos de válvulas de controle e posicionadores associados às mesmas e também serão apresentadas as terminologias, simbologias e definições mais utilizadas na área de instrumentação. 


Material Didático:

O participante receberá:

  1. Uma cópia impressa e encadernada dos slides apresentados pelo instrutor durante o treinamento.
  2. Um exemplar do livro "Measurement and Control Basics, Fifth Edition (with CD)" de autoria de Thomas A. Hughes, 409 páginas, ISBN 978-0-97664-014-2 (*). O participante poderá optar por não receber esse exemplar do livro e obter uma taxa de inscrição diferenciada.

    (*) Sujeito à disponibilidade de estoque no Brasil.
Measurement and Control Basics 5th Edition

Conteúdo Programático:

1. Introdução à Instrumentação

  • Introdução à instrumentação
  • A evolução da instrumentação
  • Definições na instrumentação: classes de instrumento, faixa de medida (range), alcance (span), erro, histerese, linearidade, repetividade, exatidão, rangeabilidade, terminologia, simbologia)
  • Principais sistemas de medidas
  • Telemetria (Transmissores Pneumáticos / Eletrônicos a dois e a quatro fios)
  • Redes de comunicação industrial: protocolos HART, ASI, Devinet, Profibus (DP/PA), Foundation Fieldbus, Tecnologia FDT/DTM, Gerenciamento de Ativos.

2. Medição de Pressão

  • Definição de pressão
  • Tipos de pressão (atmosférica, relativa positiva ou manométrica, relativa negativa ou vácuo, absoluta, diferencial, estática)
  • Unidades de pressão (conversão de unidades)
  • Dispositivos para a medição de pressão: Tubo de Bourdon, Membrana, Fole, Colunas liquidas, Sensor indutivo, Sensor piezoelétrico, Sensor piezoresistivo ou strain gauge, Sensor capacitivo, Sensor silício ressonante.

3. Medição de Nível

  • Definição de nível
  • Medição direta (régua ou gabarito, visor de nível, boia ou flutuador)
  • Medição indireta: Princípio de Stèvin; medição por pressão hidrostática em tanques abertos; medição por pressão diferencial em tanques fechados e pressurizados; medição por borbulhador; medição por empuxo; medição por radiação; medição capacitiva; medição por ultra-som; medição por radar
  • Medição de nível descontínua: medição por eletrodos e por boias
  • Medição de nível de sólidos: medição eletromecânica e medição por células de carga
  • Demonstração da Configuração e Ajuste de um Transmissor de Pressão Diferencial aplicado a medição de Nível

4. Medição de Vazão

  • Definição de vazão
  • Unidades de vazão
  • Conversão de unidades de vazão
  • Tipos de medidores de vazão (de quantidade, de quantidade por pesagem, de quantidade por volume)
  • Medidores volumétricos: medição por pressão diferencial: placa de orifício, orifício integral, tubo Venturi, bocal, tubo Pitot, annubar, malha para a medição de vazão, compensação da Pressão e da Temperatura); rotâmetros (princípio de funcionamento, condições de equilíbrio, tipos e material de flutuadores, instalação)
  • Medidores de vazão em canais abertos: vertedor / calha Parshal
  • Medidores especiais de vazão (eletromagnético, tipo turbina, tipo Vórtex, ultra-sônico, Coriolis, por diferença de temperatura)
  • Demonstração da Configuração e Ajuste de um Transmissor de Pressão Diferencial aplicado a Medição de Vazão.

5. Tubulação de Impulso e Sistemas de Selagem

  • Definição de Tubulação de Impulso (Instalação e Constituição da tubulação de impulso)
  • Definição de Sistemas de Selagem (Selos Líquido, Volumétrico (Manômetro Petroquímico) e Sanitário)
  • Purga (com gás e com líquido)

6. Medição de Temperatura

  • Definição de Temperatura
  • Definição de Calor e modos de propagação (condução, convecção, radiação)
  • Escalas de temperatura: absolutas (Kelvin / Rankine) e relativas (Celsius / Fahrenheit)
  • Normas internacionais de temperatura
  • Sensores de temperatura por contato físico
    • Termômetros: por dilatação de liquido (recipiente de vidro / metálico); à pressão de gás; à pressão de vapor; bimetálico
    • Termopares: Efeitos termoelétricos (Seebeck / Peltier / Thonsom / Volta), Leis termoelétrica (Circuito Homogêneo, Metais Intermediários, Temperaturas Intermediárias), Correlação da FEM em função da temperatura, Tipos e características dos termopares (Termopares Básicos, Nobre e Especiais), Cálculo da FEM de um termopar, Compensação manual da junta de referência, Compensação automática da junta de referência, Fios de extensão e compensação, Erros de ligação (Usando fios de cobre, inversão simples, inversão dupla), Termopar de isolação mineral, Associação de termopares (em série, em série oposta e em paralelo)
    • Termorresistência: Princípio de funcionamento, Construção física do sensor, Características da termoresistência de platina, Vantagens e desvantagens da termorresistência, Princípio de medição (Ligação a 2, 3 e 4 fios).
  • Sensores de temperatura sem contato físico
    • Radiação eletromagnética (Hipóteses de Maxwell, Ondas eletromagnéticas, Espectro eletromagnético)
    • Teoria da medição de radiação
    • Medidores de temperatura por radiação
  • Demonstração da configuração e ajuste de um transmissor de temperatura utilizando PT-100 e termopar como sensor.

7. Válvula de Controle e Posicionadores

  • Definição de Elementos Finais de Controle
  • Válvulas de Controle: tipos de atuadores (pneumático por mola diafragma, pistão de simples ação, pistão de dupla ação, elétrico); tipos de corpo (válvulas de deslocamento linear / rotativo da haste); tipos de castelo (normal, aletado, alongado, com fole, caixa de gaxetas)
    • Características de Vazão (Inerentes/Instaladas)
    • Coeficiente de Vazão (CV)
  • Posicionadores: aplicações, limitações de uso e tipos de posicionadores (pneumático / eletropneumático / inteligente)

Instrutor:

Paulo Roberto Frade Teixeira – com mais de 24 anos de experiência nas áreas de instrumentação e controle de processos, possui formação técnica em Instrumentação pelo SENAI, em Eletrônica pela Escola Piratininga e em Processamento de Dados pela Fatec/Unesp, tendo trabalhado em diversas e renomadas empresas dos mais variados segmentos industriais. É professor-convidado dos cursos de pós-graduação da Cesumar, da Uniube, da PUC-PR, da UTFPR e dos CEFETs de Ponta Grossa e de Cornélio Procópio. Autor de diversos artigos já publicados nas revistas Intech e Controle & Instrumentação, atua como instrutor em diversas seções da ISA no Brasil desde 2003. ISA Member - N° 000033022437 - Curitiba Section.


Investimento:

Para informações sobre os valores do treinamento, consulte-nos através do e-mail isasp@isasp.org.br

Observações:

  1. Se houver interesse em adquirir somente o exemplar do livro, entre em contato com isasp@isasp.org.br.
  2. Para obter o desconto de Membro da ISA, saiba como se filiar antes de se inscrever:
    www.isasp.org.br/como-me-tornar-um-membro-da-isa.html
  3. Para realizar a sua inscrição no treinamento, clique no botão ao lado.


Política de Cancelamento:

A ISA São Paulo Section reserva-se o direito de cancelar ou prorrogar a realização do treinamento caso não seja atingido o número mínimo necessário de inscritos. Havendo o cancelamento, caso o participante opte por não participar de uma nova turma, o valor pago será integralmente restituído.

O inscrito, mediante comunicação expressa e escrita, poderá solicitar o cancelamento de sua inscrição, a qualquer tempo, até o início do treinamento. Para a restituição do valor pago, serão respeitadas as regras abaixo:
  1. Solicitação de cancelamento em até 5 (cinco) dias úteis do início do treinamento: haverá restituição integral do valor pago.
  2. Solicitação de cancelamento em menos de 5 (cinco) dias úteis do início do treinamento: haverá restituição de 50% do valor pago.
  3. Em ambos os casos acima, do valor a restituir serão descontados os valores referentes aos impostos devidos recolhidos, se aplicável.
  4. A ausência do inscrito, sem aviso prévio, constitui cancelamento e, neste caso, não haverá restituição do valor pago. 

Realização:

Apoio:

Data:03/12/2018 08:30 até 07/12/2018 17:30

voltar para Calendário de Eventos e Treinamentos

left show tsN fwR uppercase b01n bsd|left tsN fwR uppercase b01ns bsd|left show fwR uppercase b01ns bsd|bnull||image-wrap|news login uppercase bsd b01|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||