Comunicação sem fio no segmento industrial é o tema de evento realizado na USP

Publicado em 14/06/2012 às 10h05

Aconteceu no ultimo dia 14 de junho de 2012, nas dependências do auditório da Faculdade de Engenharia mecânica da USP, em São Paulo, o terceiro Evento Técnico da ISA Seção São Paulo programado para o ano de 2012. O referido evento contou com o tema “Comunicação sem fio no segmento industrial” e reuniu mais de 70 pessoas do segmento de Instrumentação e Automação.

A escolha do tema levou em consideração esta nova tecnologia que já vem sendo aplicada em diversos segmentos da indústria.

Durante a realização deste Evento, 4 empresas fornecedoras de tecnologia, por intermédio de seus colaboradores expuseram as mais recentes novidades do setor através de apresentações de palestras técnicas.

A empresa Smar, por intermédio de seu colaborador, o Sr. Leandro Torres, palestrou sobre o tema Aplicações da Tecnologia WirelessHART e Interoperabilidade com Redes HSE, onde explicou que a tecnologia surgiu para atender monitorações a até controles/telemetria sem fio, em aplicações onde os meios convencionais por fio tem dificuldades técnicas e econômicas de aplicação, outro uso é em processos com partes móveis. O Wireless HART é apoiado pelas Fundações HART, Fieldbus e Profibus e opera na faixa de 2,4 GHz, banda ISM a 250 Kbps. Foi explicado que a topologia mais confiável é em rede Mesh, onde a informação tem várias opções de rotas no caso de obstáculos, com os elementos da rede operando até como repetidores de sinal. Existem poucas aplicações em controle, mas hoje já se consegue tempos de resposta da ordem de 125mseg.

Na sequência o Evento contou com a participação da empresa Novus, que através do Sr. Felipe Groisman Sieben abordou o tema Soluções Wireless em Automação com Mobilidade em Supervisão de Processos. Durante sua explanação apresentou as versões de alguns dos produtos disponíveis tais como: AirGate Modbus que é um gateway sem fio com alcance de até 1000m em campo aberto, o AirGate GPRS para aplicações de telemetria, o FieldLogger que permite conectar E/S além de poder funcionar como um Gateway. Os produtos utilizam IEEE 802.15.4 e Modbus TCP e RTU, mas não seguem o padrão WirelessHART nem o ISA 100 e também não são Wi-Fi, utilizando padrão próprio. No caso das aplicações em Modbus o gateway pode ser utilizado para fazer segmentos em wireless.

Após foi a Schneider, através do Sr. Daniel Galletti que abordou o tema Soluções de Telemetria e Remota SCADA. Durante sua apresentação, foi possível aplicações de medição/monitoração/controle de sistemas espalhados em grandes áreas geográficas, onde os produtos necessitam ter operação eficiente 24x7, segurança de dados (criptografia e autenticação), alta robustez, redundância, alta confiabilidade, baixo consumo de energia, imunidade às interferências eletromagnéticas. Foi apresentada a linha de rádios TRIO que operam em UHF em 400 MHz, e em 900MHz e 2,4GHz utilizando transmissão em Industrial Spread Spectrum, com interface serial e Ethernet, distâncias de até 100Km em UHF ou 50Km em 900MHz. A solução com rádios tem menor custo comparando com cabeamento convencional por não necessitar contrato com operadora para uso do cabo/rota. Podem também ser utilizados diferentes protocolos numa topologia Multistream, ou ainda topologias de rede ponto-a-ponto, multiponto e mesh (smartPath).

Em seguida foi a empresa Emerson, por intermédio de seu colaborador, o Sr. Ricardo Duran, palestrou sobre o tema Soluções Smart Wireless + 800 Milhões de Horas, onde enfatizou que as aplicações que vem utilizando esta tecnologia tais como: gerenciamento de ativos, monitoração de vibração, monitoração de tancagem, detecção de vazamento/corrosão, indicadores de posição de válvulas manuais, monitoração de purgadores em refinarias, etc. Foi também explicada a tecnologia WirelessHART baseada na norma IEEE 802.15.4. Foi mostrada uma tabela por tipo de instrumento versus vida útil da bateria dependendo da taxa de varredura e temperatura no local de instalação, e explicado algumas regras básicas de instalação devendo a topologia possuir mais de 5 dispositivos, no mínimo 3 dispositivos vizinhos para poder repetir o sinal se necessário, conexão direta de 25% dos dispositivos ao gateway, antenas de range estendido acima de 3m sem obstrução.

Enviar comentário

voltar para Notícias

left show tsN fwR uppercase b01n bsd|left tsN fwR uppercase b01ns bsd|left show fwR uppercase b01ns bsd|bnull||image-wrap|news login uppercase bsd b01|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||