Encontro no CEFET traz palestras de automação no setor elétrico e de gerenciamento de energia

Publicado por Kelma Yaly em 09/02/2012 às 10h10

Aconteceu no ultimo dia 09 de fevereiro de 2012, nas dependências do CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo – Unidade Cubatão), Polo de Cubatão o primeiro Evento Técnico da ISA Seção São Paulo programado para o ano de 2012. O referido evento contou com o tema “Soluções para Automação Elétrica e Gerenciamento de Energia: Smart Grid, IEC 61850 e Eficiência Energética” e reuniu mais de 70 pessoas do segmento de Instrumentação e Automação Industrial. 

A escolha do tema levou em consideração a região industrial de Cubatão que representa um dos mais importantes complexos de indústrias de base pertencentes aos setores: Química, Refinação de Petróleo, Petroquímico, Fertilizantes, Energético e Siderúrgico, trabalhando nessa região cerca de 50.000 pessoas.

Como é de conhecimento a importância do petróleo em nossa sociedade, tal como está atualmente organizada, é extensa e fundamental. O petróleo não é apenas uma das principais fontes de energia utilizadas pela humanidade. Além de sua importância como fornecedor de energia, os seus derivados são a matéria-prima para a manufatura de inúmeros bens de consumo, e, deste modo, têm um papel cada dia mais presente e relevante na vida das pessoas. Diante disso, inúmeras tem sido as discussões de como obter ganho com a eficiência energética nas indústrias petroquímicas. Diante deste cenário, a ISA Seção São Paulo trouxe o tema Eficiência Energética em debate. 

Durante a realização deste Evento, 04 empresas fornecedoras de tecnologia, por intermédio de seus colaboradores expuseram as mais recentes novidades do setor através de apresentações de palestras técnicas.

A empresa NATIONAL, por intermédio de seu colaborador, o Sr. Marcos Amorim, palestrou sobre o tema Soluções National Instruments para Automação, Eficiência Energética e SmartGrid, onde enfatizou que pontuou abordagens inovadoras em soluções de hardware e software para aquisição de dados, teste, medições e automação em sistemas elétricos e eficiência energética, destacando-se as soluções NI Smart Grid Analyzer e NI PMUs (sincrofasores), baseados na plataforma de hardware reconfigurável NI Compact RIO e ambiente gráfico de desenvolvimento de sistemas NI LabVIEW. Foram apresentadas também ferramentas para medições de qualidade de energia.

Na sequência o Evento contou com a participação da empresa Endress+Hauser, que através do Sr. André Nadais abordou o tema Monitoramento de Energia em Utilidades - Vapor - Água – Ar comprimido. Durante sua explanação apresentou uma solução de monitoramento de energia em utilidades industriais, mostrando principalmente a importância da medição na redução de perdas e algumas soluções de como implementar um monitoramento para alguns vilões na perda de energia, como a geração de vapor, ar comprimido e resfriamento de água.

Após um intervalor para networking, os trabalhos foram retomados tendo na sequência a apresentação da Emerson Process, que abordou o temário SmartProcess – Soluções para o aumento da eficiência energética. Durante sua apresentação, foi possível identificar que todo processo pode e deve ser melhorado, inclusive conseguindo excelente ganhos trabalhando fortemente no conceito de Eficiência Energética. Nos dias de hoje, todas as grandes empresas vem massivamente encorajando e dando subsídios para que seus profissionais trabalhem com esse conceito e possam descobrir economias e ganhos que antes não eram vistos. A Palestra da Emerson Process Management foi voltada a esse conceito, incluindo: Ganhos com Eficiência Energética através da melhor solução voltada a medição de vazão e principalmente, soluções wireless voltadas a gerenciamento de purgadores e válvulas de pressão de alivio.

A última palestra do Evento foi apresentada pelo Sr. Thiago Renda da Siemens e contou com o tema Otimização de recursos distribuídos de energia. Na sua apresentação, foi defendida a utilização de uma ferramenta que auxilie no processo de comercialização de energia da indústria, como por exemplo, gerencia os contratos de compra/venda de energia. Essa ferramenta sugere redução de custos de geração de energia, melhora o aproveitamento dos contratos (reduzindo penalidades), além de auxiliar no planejamento de investimento garantindo maior assertividade quanto a novos contratos de energia, aquisição de novas usinas e diversificação da matriz energética.

O Evento foi encerrado com a reunião de todos os participantes para um coquetel de confraternização.

Enviar comentário

voltar para Notícias

left show tsN fwR uppercase b01n bsd|left tsN fwR uppercase b01ns bsd|left show fwR uppercase b01ns bsd|bnull||image-wrap|news login uppercase bsd b01|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||