Petrobras RPBC sedia encontro técnico da ISA sobre gerenciamento de ativos

Publicado por Assessoria de Imprensa (Kelma Yaly) em 17/11/2011 às 10h15

Aconteceu no ultimo dia 17 de novembro de 2011, nas dependências da Refinaria Presidente Bernardes (RPBC) em Cubatão, mais um dos Eventos Técnicos promovidos pela ISA Seção São Paulo. O referido evento contou com o tema “FDT/DTM, EDDL, FDI e Gerenciamento de Ativos” e reuniu mais de 50 pessoas do segmento de Instrumentação e Automação Industrial.

A empresa Smar, por intermédio de seu colaborador, Sr. Cleber Fonseca, palestrou sobre o tema “EDDL, FDT/DTM, FDI & Gerenciamento de Ativos”, onde enfatizou que no passado existiam diferentes ferramentas de configuração para cada tipo de instrumento e/ou sistema, além da diversidade de protocolos, mas que atualmente existe uma padronização disputada entre o EDDL/EDD e o FDT/DTM, onde cada um desses padrões tem suas vantagens/desvantagens; porém os usuários já poderão em breve contar com um padrão que unificará as vantagens dos 2 protocolos (juntando o EDDL que é bom para funções de Asset, e o FDT que é bom para configuração/parametrização). Essa nova padronização denominada FDI usará arquitetura cliente/servidor e reaproveitará os desenvolvimentos das 2 tecnologias atuais, as quais se concluiu serem complementares e eliminando-se as redundâncias de funcionalidades.

A empresa Siemens, através do Sr. Marcos Lacroce, abordou o tema “Inovação em Gerenciamento de Ativos” abordando a integração de ativos de sistemas, instrumentação e equipamentos elétricos, dividindo-os em 3 níveis de conjuntos de ativos, onde no nível superior estariam os computadores e servidores, no nível intermediário estariam as redes e switches, e no nível inferior estariam os controladores ou CLPs, módulos de I/O, redes de campo, instrumentos e sensores, CCMi e dispositivos elétricos, além de alguns equipamentos mecânicos mais críticos (bombas centrífugas, trocadores de calor, etc.). Para estes equipamentos mecânicos foram desenvolvidos assets inteligentes (algoritmos especiais) onde, por exemplo, no caso de uma bomba centrífuga, mescla medições de consumo de energia, vazão, pressão na entrada, pressão na sucção, temperatura do fluido, etc., permitindo uma manutenção preditiva baseada no algoritmo que julga as diversas variáveis, além de apresentar informações estatísticas do conjunto de medições, e informando desvios do tipo: má operação, operação a seco, alta concentração e gás, bloqueio, cavitação, desperdício de energia, etc.

Já a empresa Westcon, através do Sr. Erik Maran, abordou o tema “Gerenciamento de Ativos e Diagnóstico Remoto em Redes Profibus-DP” ressaltando que além dos ativos de Automação/Instrumentação/Elétrica, é necessário gerenciar as redes de comunicação, pois problemas nas mesmas, afetam diretamente a performance e disponibilidade dos dispositivos e sistemas. Para estes diagnósticos existe ferramenta que permite monitorar 24hs/dia e capturar/diagnosticar a saúde/distúrbios nas redes. Através do CommDTM (na tecnologia FDT/DTM), é possível acessar todos os módulos de comunicação de modo transparente, sem afetar a performance e tráfego de informações na rede. Foi dito que 95% dos problemas em redes decorrem de instalação inadequada e desgaste de componentes, sendo os principais vilões os problemas de aterramento, interferências eletromagnéticas, ruídos e umidade.

Ao termino do Evento, os participantes foram convidados a participarem de um Coquetel de confraternização que foi servido nas dependências da RPBC-IERB, que acabou aproximando a todos e servindo de um excelente canal de networking.

Enviar comentário

voltar para Notícias

left show tsN fwR uppercase b01n bsd|left tsN fwR uppercase b01ns bsd|left show fwR uppercase b01ns bsd|bnull||image-wrap|news login uppercase bsd b01|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||